Arquivo da Categoria: distrito monumental

Desgostos do afeto

Quinta passada, recebi um e-mail, reencaminhado por uma amiga, cujo título evidenciava em letras maiúsculas e, portanto, chamativas a novidade: “ESTREIA – A cidade é uma só?”, era o assunto da mensagem. O… Continuar lendo

Peregrinos do cerrado

É engraçado como respostas – de qualquer gênero ou modelo – estão, com frequência, bem diante dos olhos de quem pergunta. Mas o curioso anda sempre tão ocupado formulando dúvidas que se esquece… Continuar lendo

Capital do interior

Em meu primeiro mês como moradora do planalto central – há quase dez anos –, lembro-me bem, eu só saia de casa para garantir presença em sala de aula, afora as horas despendidas… Continuar lendo

Estádio do medo

Dia de (pré) Copa do Mundo¹ no país do futebol. O Brasil inteiro fica em polvorosa. Daquele jeito de sempre, todo mundo veste a camisa, enfeitam casas e carros de verde e amarelo, reúnem… Continuar lendo

Segredo revelado

Tenho três lugares favoritos na cidade. Colocando-os em ordem crescente de apego, o terceiro fica bem no meio do Plano Piloto, é um complexo pomposo e bem elaborado de diversos chafarizes, que juntos… Continuar lendo

Tempo de chuva

Domingo passado, maio surpreendeu a cidade ao derramar um ou outro pingo de chuva aqui e acolá. Só em pontos isolados. Na segunda-feira, ela veio de novo, mais intensa, despejando toda a vontade… Continuar lendo

Comida típica

Dia desses, o pessoal lá da terra do Tio Sam abriu as fronteiras para receber variações de fast food para além dos nacionais Mc Donald’s e Burger King. Miami importou uma franquia tipicamente brasiliense,… Continuar lendo

Mundos e submundos

Brasília tem uma espécie de centro que, como em qualquer grande cidade, a partir de determinada altura da madrugada torna-se assustador e arriscado para cidadãos decentes e trabalhadores, que nada tem a ver… Continuar lendo

Vamos descer?

Cheguei à Brasília, pela primeira vez e em definitivo, numa tarde ensolarada de novembro. Era 2003, eu tinha 12 anos. Vinha chorosa dentro do táxi, contrariada com a mudança de cidade. Passei mais… Continuar lendo

Chuva de gente

A segunda temporada mais esperada do ano brasiliense, enfim, deu o ar – por hora, ainda úmido – da graça. Com um mês de atraso, a seca veio para ficar por meio ano… Continuar lendo